Comentando o Breve Catecismo de Westminster

PERGUNTA 39. Qual é o dever que Deus exige do homem?

Resposta: O dever que Deus exige do homem é obediência à sua vontade revelada. Ref. Mq 6.8; Lc 10.27-28; Gn 17.1.

Nosso Comentário: Deus graciosamente se revelou as suas criaturas morais através da natureza e, especialmente, através das Sagradas Escrituras judaico-cristã. Através da Bíblia Sagrada, Deus revelou o Seu ser, o Seu caráter, os Seus atributos e sobretudo a Sua vontade para o ser humano, criado a Sua imagem e semelhança. A vontade de Deus foi revelada de forma progressiva. Os princípios são estabelecidos no Antigo Testamento e ratificado ou explicado, ou ampliado no Novo Testamento.

Leia mais...

Comentando o Breve Catecismo de Westminster

PERGUNTA 38. Quais são as bênçãos que os fiéis recebem de Cristo na ressurreição?

Resposta: Na ressurreição, os fiéis, sendo  ressuscitados em glória, serão publicamente reconhecidos e absolvidos no dia de juízo, e tornados perfeitamente felizes no pleno gozo de Deus por toda a eternidade. Ref. 1Co 15.43; Mt 10.32; 25.34; Sl 16.11.

Nosso Comentário: O pecado quando surgiu no cenário humano atingiu tanto a alma como o corpo do homem. Ambos sofreram o juízo divino. A alma tornou-se culpada pelo pecado de origem e o corpo que foi o instrumento da alma para pecar contra Deus sofreu o juízo da morte, ou seja, a perspectiva certa de que um dia iria morrer. “Tu és pó e em pó te hás de tornar” Gn 3.19.

Leia mais...

Comentando o Breve Catecismo de Westminster

 

PERGUNTA 34. Que é adoção?

Resposta: Adoção é um ato de livre graça de Deus, pelo qual somos recebidos no número dos filhos de Deus, e temos direito a todos os seus privilégios. Ref. 1Jo 3.1; Jo 1.12; Rm 8.14-17.

Nosso Comentário: Outra das grandes bênçãos que Deus graciosamente concede ao crente em Cristo é a adoção. Adoção, segundo se entende do escopo geral da doutrina cristã, é a manifestação da livre graça de Deus em que Ele recebe como filhos aquelas pessoas que creem em Cristo. Nessa adoção todos os direitos de um filho natural é conferido aos filhos adotivos de Deus. “mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos.

Leia mais...

   Comentando o Breve Catecismo de Westminster

PERGUNTA 37. Quais são as bênçãos que os fiéis recebem de Cristo na hora da morte?

Resposta: As almas dos fiéis na hora da morte são aperfeiçoadas em santidade, e imediatamente entram na glória; e os corpos que continuam unidos a Cristo, descansam na sepultura até a ressurreição. Ref. Ap 14.13; Lc 23.43; At 7.55, 59; Fp 1.23; 1Ts 4.14; Jo 5.28-29; 14.2-3; Hb 12.22-23.

Nosso Comentário:o ser humano é uma dicotomia, compõe-se de uma parte material e outra espiritual. Por ocasião da morte física há uma separação. A parte física, o corpo é depositada na sepultura para se desfazer em pó como determinado por Deus por ocasião da entrada do pecado no mundo: Tu és pó e em pó te tornarás (Gn 3.19).

Leia mais...

Comentando o Breve Catecismo de Westminster


PERGUNTA 33. Que é justificação?

Resposta: Justificação é um ato da livre graça de Deus, no qual Ele perdoa todos os nossos pecados, e nos aceita como justos diante de Si, somente por causa da justiça de Cristo a nós imputada, e recebida só pela fé. Ref. Ef 1.7; 2Co 5.21; Rm 4.6; 5.18; Gl 2.16.

Nosso Comentário: na resposta à pergunta anterior do Breve Catecismo, são identificadas algumas das bênçãos que acompanham a vida daquela pessoa eficazmente chamada pelo Espirito Santo para pertencer a Cristo, dentre elas a benção da justificação.

Leia mais...

   Comentando o Breve Catecismo de Westminster

PERGUNTA 36. Quais são as bênçãos que nesta vida acompanham a justificação, adoção e santificação ou delas procedem?

Resposta: As bênçãos que nesta vida acompanham a justificação, adoção e santificação, ou delas procedem, são: certeza do amor de Deus, paz de consciência, gozo no Espírito Santo, aumento de graça, e perseverança nela até ao fim. Ref. Rm 5.1-5; 14.17; Jo 1.16; Fp 1.6; 1Pe 1.5.

Nosso Comentário: Escrevendo aos Efésios, Paulo no início de sua carta, nos diz que Deus já nos abençoou com toda a sorte de bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo Jesus (Ef 1.3). As bênçãos identificadas na pergunta acima têm como consequências naturais, ou práticas, para a vida da Igreja de Cristo, dentre outras as seguintes coisas:

Leia mais...

Comentando o Breve Catecismo de Westminster


PERGUNTA 32. Que bênçãos gozam nesta vida aqueles que são eficazmente chamados?

Resposta: Aqueles que são eficazmente chamados, gozam, nesta vida, da justificação, adoção e santificação, e das diversas bênçãos que acompanham estas graças ou delas procedem. Ref. Rm 8.30; Ef 1.5; 1Co 1.30.

Nosso Comentário: na pergunta 32 do Breve Catecismo a questão enfocada são as bênçãos espirituais que acompanham a fé em Cristo. Escrevendo aos efésios Paulo disse que Deus já abençoou o crente em Cristo com toda a sorte de bênçãos espirituais (Ef 1.3).

Leia mais...

Comentando o Breve Catecismo de Westminster

PERGUNTA 35. Que é santificação?

RESPOSTA: É a obra da livre graça de Deus, pela qual somos renovados em todo o nosso ser, segundo a imagem de Deus, e habilitados a morrer cada vez mais para o pecado e a viver para a retidão. Ref. 1Pe 1.2; Ef 4.20-24; Rm 6.6; 12.1-2.

Nosso Comentário: Outra bênção que acompanha a pessoa eficazmente chamada é a santificação. Santificação é uma obra de purificação produzida pelo Espirito Santo na vida da pessoa que crer em Jesus Cristo. Essa purificação é feita pelo poder do sangue de Cristo derramado na cruz. Essa obra tem duas facetas. Uma, no ato da conversão a Cristo, quando todos pecados pregresso da pessoa são perdoados e seu coração purificado. É o que se chama em Teologia de Santificação Posicional.

Leia mais...

Comentando o Breve Catecismo de Westminster

PERGUNTA 31. Que é vocação eficaz?

Resposta: Vocação eficaz é a obra do Espírito Santo, pela qual, convencendo-nos do nosso pecado, e da nossa miséria, iluminando nossos entendimentos pelo conhecimento de Cristo, e renovando a nossa vontade, nos persuade e habilita a abraçar Jesus Cristo, que nos é oferecido de graça no Evangelho. Ref. 1Ts 2.13; At 2.37; 26.18; Ez 36.25-27; 2Tm 1.9; Fp 2.13; Jo 6.37, 44-45.

Nosso Comentário: o Senhor Jesus Cristo na cruz realizou a grande obra redentora, que foi autenticada pela sua gloriosa ressurreição. A Igreja recebeu do Seu Senhor a comissão para pregar o Evangelho a todas as pessoas no mundo inteiro.

Leia mais...